Hub Insights

Dividendos: o que são e como receber?

como receber dividendos

O objetivo mais comum entre os investidores do mercado financeiro é a busca por proteger ou impulsionar o seu patrimônio. Esse processo pode decorrer de diversas estratégias, como por exemplo: a proteção contra a inflação, a valorização de seus ativos financeiros, o recebimento de rendas passivas, dentre outros. Nesse artigo, será abordado apenas a remuneração passiva, principalmente quando trata-se de como receber dividendos.

Dessa forma, para que você termine a leitura desse material sabendo de todas as informações fundamentais sobre esse assunto, iremos dividir em quatro tópicos principais: 

 

O QUE SÃO DIVIDENDOS?

De forma simples, os dividendos representam uma parte do lucro líquido da empresa que é distribuído entre os acionistas. Essa repartição pode ser considerada como uma forma das companhias incentivarem os investidores a investirem em suas ações. 

Além dos dividendos propriamente ditos, também existem outras formas de remuneração por parte das empresas, que são caracterizadas como rendas passivas. São eles: os Juros sobre Capital Próprio (JCP), bonificação em ações e os rendimentos provenientes de fundos de investimento imobiliários (FIIs). 

 

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS DIVIDENDOS?

Nesse tópico, iremos apresentar as três principais características relacionadas aos dividendos. São elas: 

  1. Imposto de Renda 

Os dividendos, assim como os Juros sobre Capital Próprio, são recebidos em dinheiro, que é creditado automaticamente no extrato de conta corrente do investidor, em uma corretora. 

Então, é importante saber que, para Juros sobre Capital Próprio, há uma cobrança de imposto de renda de alíquota de 15%. Porém, esse imposto já é retido na fonte, ou seja, ao ser recebido na conta do investidor, o valor já está líquido. 

No caso dos dividendos, há isenção de imposto de renda para pessoas físicas, porém há cobrança para pessoas jurídicas. Para os rendimentos de Fundos Imobiliários, há isenção de imposto nos dois casos.

          2. Periodicidade

Com relação a periodicidade dos dividendos, é pré-estabelecida pelas companhias, porém não há um padrão e o recebimento não é garantido. Ou seja, a frequência de pagamento, se houver, pode ser mensal, trimestral, semestral ou até anual. 

Algumas empresas disponibilizam uma agenda de pagamento, onde são divulgadas as datas em que serão pagos os rendimentos. Além disso, também é possível pesquisar o histórico de pagamento de dividendos de datas passadas, para conferir qual valor foi recebido pelos acionistas nos últimos tempos. Porém, é fundamental saber que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

          3. Valor de remuneração

Com relação ao valor de remuneração, pode ser definido por um valor especificado sobre a quantidade de ações que existem no mercado.

Exemplo: Uma empresa determinou que irá distribuir R$20 milhões em dividendos e no mercado, existem 100 milhões de ações emitidas. Então, cada investidor terá o direito de receber R$0,20. 

R$ 20.000.000 / 100.000.000 ações = R$ 0,20 por ação

banner grupo do whats geral

 

COMO RECEBER DIVIDENDOS?

Como vimos anteriormente, os dividendos representam parte do lucro líquido da companhia que foi dividido entre os seus acionistas. Isto significa que, para que você também participe desse movimento, é preciso que você adquira ações de uma empresa que distribua dividendos.

No mercado, há dois tipos de ações: as ordinárias e as preferenciais. As ações ordinárias são conhecidas por conceder o direito ao voto em assembleias da companhia.

Por exemplo: ITUB3 é uma ação ordinária do Banco Itaú.

Com relação às ações preferenciais, essas têm por característica dar prioridade para seus detentores no pagamento de dividendos

Por exemplo: ITUB4 é uma ação preferencial do Banco Itaú.

É possível ainda receber dividendos em dólares, porém não na Bolsa de Valores do Brasil. Para esse propósito, será necessário investir diretamente na Bolsa de Valores do Estados Unidos, através de uma corretora própria para esse tipo de investimento.

Assim, será possível adquirir ações americanas que distribuem dividendos, que serão pagos em dinheiro, na moeda do país. 

 

VALORIZAÇÃO DAS AÇÕES OU RECEBIMENTO DE DIVIDENDOS?

Cada indivíduo deve elaborar uma estratégia de investimentos de acordo com o seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Então, determinar qual é o melhor conjunto de produtos de investimentos para compor uma carteira de investimentos é uma decisão pessoal.

Você também pode se interessar por: Como montar uma carteira de investimentos?

 

Entretanto, ao elaborar uma carteira de investimentos, é preciso tomar cuidado e não considerar apenas os dividendos como critério a ser levado em conta. Por exemplo, não será vantajoso investir em uma ação apenas porque distribui muitos dividendos periodicamente, enquanto a empresa está desvalorizando ou está com crescimento estagnado.

Além disso, pagar dividendos constantemente não representa, necessariamente, que a empresa está progredindo ou se valorizando. Pense que, se o lucro líquido não é constantemente distribuído entre os acionistas, ele pode estar sendo utilizado como reinvestimentos para a empresa, para o fortalecimento de tecnologias, por exemplo.

Em suma, o indispensável é que sejam selecionadas boas empresas, que possuem uma perspectiva de crescimento, desconsiderando no primeiro momento o pagamento de dividendos. Se houver pagamento de dividendos ao longo do tempo, você poderá utilizá-los para reinvestir na ação ou para outros fins. Mas a base de segurança é que aquele ativo está se valorizando com o tempo, o que garante o aumento do seu poder aquisitivo com seus investimentos.

O Hub Pro mantém você informado sobre os melhores insights do mercado através de análises precisas realizadas por profissionais experientes. Além disso, você têm acesso a relatórios exclusivos, carteiras recomendadas e lives semanais. 

Conheça afundo o Hub Pro!

 

Banner Hub Pro

 

fakerolex.to

image_pdfBaixar .PDF

Fátima Ribeiro

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress