Estratégia de Trading Automatizada:
Shark Attack!

Estratégia de Trading Automatizada:
Shark Attack!

Pagamentos com criptomoedas: entenda como funciona na prática!

pagamentos com criptomoedas

Embora o ecossistema cripto seja bastante conhecido pelo caráter especulativo, devemos lembrar que esses ativos possuem uma utilidade bastante prática: pagamento. E os pagamentos com criptomoedas estão cada vez mais difundidos, sendo aceitos por grandes varejistas como Microsoft e Starbucks e também por pequenas empresas e indivíduos pessoa física.

Mas você já se perguntou como funciona um pagamento com criptomoedas?

 

Ainda que seja possível transferir os fundos manualmente, há cartões de crédito e/ou débito capazes de fazer pagamentos com criptomoedas que você possui em uma conta vinculada. Além disso, há também os gateways de pagamento para facilitar o processo, fornecendo soluções mais simples e evitando que você precise copiar seu endereço, preencher os dados, enviar para a contraparte, e quaisquer outras etapas manuais que poderiam gerar algum tipo de erro.

O fato é que, independentemente do método, os pagamentos com criptomoedas possibilitam uma forma barata e rápida de transferir fundos, evitando que usemos moedas fiduciárias locais para transferências internacionais. Isso é um fato. Chegamos, inclusive, a abordar esse tópico em um artigo sobre a discussão de “moeda comum” entre Brasil e Argentina. Leia na íntegra:

Bitcoin, a solução para a moeda comum entre Brasil e Argentina?

 

Portanto, se você deseja comprar algum presente com criptomoedas, há diversas possibilidades!

 

COMO FUNCIONAM OS PAGAMENTOS COM CRIPTOMOEDAS?

Para quem já está familiarizado com o meio, o processo manual de transferência pode parecer fácil e intuitivo. Você precisará do endereço público do destinatário para, utilizando sua própria carteira, enviar os fundos para tal endereço. Em uma analogia simples, poderíamos pensar em um envio de e-mail. Você precisaria do e-mail da pessoa para, utilizando seu próprio e-mail, mandar uma mensagem para ela.

No entanto, para quem está começando, estas etapas podem ser desafiadoras na prática. Muita gente acaba cometendo erros irreversíveis como enviar o tipo errado de criptomoeda para um determinado endereço, ou então selecionar uma rede blockchain incompatível. E como não há forma de devolver os montantes dessas transações, as perdas se tornam irreversíveis.

Para tornar esse processo mais tranquilo, alguns provedores de serviços têm criado métodos de pagamentos com criptomoedas mais intuitivos. As etapas exatas irão diferir dependendo do processador de pagamento, mas o método mais usual é o seguinte:

  1. Um usuário decide pagar por um bem ou serviço, por exemplo.
  2. O destinatário cria uma fatura digital a ser paga usando seu gateway de pagamento, que geralmente é um QR code contendo o endereço da carteira receptora e o valor da transação. Por exemplo, comprar um chocolate de R$ 30 exigiria $30 de uma criptomoeda específica na taxa de mercado atual.
  3. O usuário que está pagando irá escanear este QR Code com o aplicativo e confirmar o pagamento.
  4. A criptomoeda será transferida para a conta ou carteira digital do destinatário.

 

Todo esse processo pode ser concluído em apenas alguns cliques, tornando tudo mais fácil, rápido, conveniente e seguro do que tentar executar todas as etapas manualmente.

banner whats criptomoedas

 

E COMO FUNCIONAM OS CARTÕES DE CRÉDITO E/OU DÉBITO DE CRIPTOMOEDAS?

Usando um cartão de crédito ou débito vinculado a uma criptomoeda, você pode fazer pagamentos mesmo que o beneficiário aceite apenas moedas fiduciárias, o que estreita os laços entre o mercado tradicional e o mercado de criptomoedas. No entanto, para isso, você precisará armazenar seus tokens com o provedor do cartão, abrindo mão da auto-custódia.

O processo é bastante simples. Ao comprar um presente, por exemplo, essa operadora irá vender seus ativos digitais pelo valor fiduciário correspondente para enviá-lo ao beneficiário da compra. Os termos podem variar um pouco a depender do emissor ou instituição financeira, mas, via de regra, a dinâmica é essa.

Além disso, os cartões de crédito e/ou débito cripto costumam ser aceitos em mais lugares do que gateways de pagamento. O problema principal é quando queremos pagar diretamente a um amigo, momento em que acaba restando normalmente a opção da transferência de forma manual. Atualmente, Visa e Mastercard oferecem opções de cartão cripto por meio de diferentes provedores de serviços financeiros.

 

VANTAGENS DOS MEIOS DE PAGAMENTOS COM CRIPTOMOEDAS:

Sabemos que pagamentos usando criptomoedas já têm vantagens mesmo sem usar um cartão ou gateway de pagamento. Quando combinamos os dois mundos, podemos ter melhores experiências práticas, como:

  • Bitcoin e outras criptomoedas podem ser usadas em quase qualquer país, evitando que você precise fazer uma conversão para a moeda fiduciária local ao fazer pagamentos internacionais.
  • Dependendo do provedor de pagamentos cripto, suas transações podem ser realizadas quase instantaneamente. Isso normalmente acontece quando ambos usam o mesmo serviço. Mas mesmo que sua transação não seja instantânea, ainda assim pode ser mais rápida e mais barata do que uma transferência bancária.
  • Um gateway de pagamentos cripto é mais simples de usar do que configurar e gerenciar uma carteira.
  • Um serviço de pagamentos cripto terá uma equipe de suporte ao cliente para ajudá-lo com quaisquer problemas técnicos, o que não acontece quando você transfere fundos manualmente com uma carteira própria.

 

DESVANTAGENS DOS MEIOS DE PAGAMENTOS COM CRIPTOMOEDAS:

Como nem tudo são flores, também podemos destacar algumas desvantagens dos pagamentos com criptomoedas, como por exemplo:

  • Você tem menos controle sobre seus ativos do que se eles estivessem em sua própria carteira de auto-custódia. Um gateway de pagamento, na prática, acaba adicionando um intermediário ao processo.
  • Você pode ter que passar por um longo processo de cadastro com verificações KYC e AML. Embora isso mantenha as pessoas seguras, é mais difícil e penoso do que criar uma carteira.

A assinatura Hub Crypto oferece carteiras recomendadas, análises das principais moedas do mercado, encontros ao vivo e gravados, e todo suporte para você tomar decisões com segurança!

Garanta seu acesso GRATUITO, clique aqui e saiba mais!

Banner Hub Crypto

image_pdfBaixar .PDF
Caio Goetze

Formado em Direito pela PUC-RJ e pós-graduando em Direito Digital pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) em parceria com a UERJ, conta com 3 anos de experiência e diversos cursos de formação acadêmica de bagagem no “criptomercado”.

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress