Estratégia de Trading Automatizada:
Shark Attack!

Estratégia de Trading Automatizada:
Shark Attack!

O que é preciso para se tornar um trader?

trader o que é

Não é raro se deparar com um anúncio ou escutar algum conhecido falando sobre trade, ver pessoas confundindo trade com trader, ou até escutar alguém falando que faz day trade ou swing trade. No entanto, cada um desses termos designa um sujeito totalmente específico e a partir daí algumas dúvidas podem surgir.

Atualmente, o mercado de trabalho possui uma dinâmica de adaptação muito rápida e sofre constantes modificações para se adaptar às novas tendências e tecnologias. Dito isso, o aumento da volatilidade macroeconômica brasileira nos últimos anos, a evolução das ferramentas utilizadas e até mesmo a criação de novos produtos financeiros possibilitaram um forte aumento no interesse em trade, juntamente a profissão de trader.

 Mas pouca gente sabe de fato o que esse tipo de profissional faz e as questões que permeiam a profissão. Com base nisso, elaboramos uma serie de tópicos para te elucidar a cerca do tema.

 

O QUE É TRADER?

O termo trader se deriva da palavra em inglês trade, cuja tradução é “troca”.  Em seu sentido comercial é a transferência de bens ou serviços de uma pessoa para outra em troca de dinheiro, mais especificamente, no mercado financeiro o termo se traduz em operações de compra e venda de ativos e derivativos financeiros entre duas partes.

Ou seja, basicamente trader é o investidor que busca ganhos através de operações de curto, curtíssimo ou médio prazo aproveitando-se da análise de ativos atrelada volatilidade do mercado.

Esse tipo de investidor é fundamental para o funcionamento do mercado, pois ele ajuda a “precificar” os ativos no curto prazo, além de ajudar a dar liquidez ao mercado.

 

QUAIS SÃO OS TIPOS DE TRADER?

Dentro do mercado financeiro existem várias categorias e estilos operacionais que podem definir os variados tipos de traders, sendo as mais conhecidas no mercado (em relação a pessoa física):

 I. Scalper: É o investidor que tende a fazer suas operações dentro do curtíssimo prazo, algumas delas podendo durar somente alguns segundos.

Essa modalidade operacional é baseada preponderantemente em análises gráficas;

 

II. Swing trader: É o investidor que tende a fazer suas operações em prazo que pode durar, em média, uma ou duas semanas.

Essa modalidade operacional é realizada a partir de uma análise fundamentalista do ativo visado, para assim entender o melhor momento de compra ou venda das ações, se atendo aos fundamentos da empresa, do setor e do mercado, juntamente a análise técnica, uma vez que ela se baseia no estudo do comportamento do ativo ao longo do tempo através de gráficos e indicadores específicos;

 

III. Day trader: É o investidor que tende a fazer operações dentro de uma janela diária, ou seja, intraday.

Assim como a modalidade Scalper, nesse caso, para calcular as melhores oportunidades propício para compra e venda dos ativos, os traders utilizam apenas a análise técnica (as variações de valor de mercado em curtíssimo prazo não podem ser explicadas a partir de análises fundamentalistas);

 

IV. Position trader: É o investidor que tende a fazer operações que possuem uma janela de, pelo menos, um mês.

Nessa modalidade operacional, a utilização de análise fundamentalista é de extrema importância, entretanto, também pode ser atrelada a análise técnica;

 

V. Buy and holder: Como o próprio nome sugere, esse tipo de investidor “compra e segura” seus ativos, visando montar carteira balanceada e rentável.

Para o investidor que tende a manter seus ativos por um médio ou longo prazo em sua carteira é primordial o conhecimento relativo a saúde e a perpetuidade do negócio, além da ótica de “sócio” do negócio representado pelo ativo.

Quando o escopo é empresarial, o trader pode desempenhar funções específicas que visam o ganho de maiores rendimentos, trabalhando com a análise das tendências do mercado, com compra e venda de ativos, com os setores de importação e exportação da empresa, com negociação direta, entre outros.

 

Acesse o grupo exclusivo de Análise Técnica do Hub, acompanhe as entradas do nosso analista CNPI-T e opere junto a ele, clicando no banner abaixo. 

banner hub no alvo

 

O QUE É PRECISO PARA SE TORNAR UM TRADER?

Embora essa profissão seja vista como recente pelo mercado de trabalho e os traders, em sua maioria, trabalhem de maneira autônoma, é primordial a obtenção de conhecimentos prévios e até mesmo certificações que deem ao profissional um guidance preciso sobre seu conhecimento adquirido, ou seja, se o profissional já possui o conhecimento necessário ou não para começar a atuar.

Ainda não existe uma formação específica para quem deseja se tornar um trader, entretanto, são indispensáveis noções aprofundadas de economia, além dos fundamentos que regem o mercado e a Bolsa de Valores. Esse tipo de conhecimento, atualmente, pode ser adquirido por meio de graduações nos cursos de administração ou ciências econômicas, ou até em cursos técnicos correspondente a área de Gestão Financeira e Negócios.

Além disso, devido aos ruídos do mercado financeiro e sua imprevisibilidade, esse tipo de profissional necessita estar constantemente atualizado e atento às mudanças que ocorrem dentro do cenário econômico.

Vale lembrar também que independente da modalidade operacional escolhida, para realizar as operações é necessário investimento. Sendo assim, opere com casas de research, corretoras e profissionais confiáveis e que se alinhem a suas expectativas!

banner Hub no Alvo

 fake breguet

image_pdfBaixar .PDF
Ricardo Penha

Desde 2011 no mercado financeiro. Com MBA em finanças, pelo Insper. Ocupou por mais de 7 anos a área de estratégia e finanças da Ambev. É um dos fundadores do Hub do Investidor e atua levando a melhor experiência de investimentos aos clientes.

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress