Hub Insights

Tokens de Renda Fixa Digital: tudo que você precisa saber para começar a investir!

tokens de renda fixa digital

Em meio ao mercado de baixa vivenciado pelas criptomoedas, os investidores do segmento possuem uma boa alternativa para se manterem dentro do universo crypto aplicando em um ativo de baixíssimo risco e rentabilidade interessantíssima: os tokens de renda fixa digital!

Sim, é possível aliar os benefícios e a inovação da tecnologia blockchain com a segurança e o conservadorismo da renda fixa. Por isso, neste artigo resolvemos discorrer sobre as maiores dúvidas quando o assunto é a Renda Fixa Digital:

O que são os Tokens de Renda Fixa Digital? 

Como funcionam os Tokens de Renda Fixa Digital?

Quais os benefícios dos Tokens de Renda Fixa Digital?

Quais os riscos associados aos Tokens de Renda Fixa Digital?

 

O que são os Tokens de Renda Fixa Digital?

Primeiramente, um “token” nada mais é do que a representação de um ativo real no mundo digital. Esse processo é feito a partir da implementação de um contrato inteligente em determinada blockchain, normalmente a Ethereum, estipulando quais são os direitos e regras que o possuidor daquele token tem sobre aquele ativo real. E é neste contexto que os tokens de renda fixa se encaixam.

processo de tokenização

Como você já pode imaginar, portanto, em termos simples e intuitivos, podemos definir a renda fixa digital também como uma representação digital da renda fixa. E o Mercado Bitcoin (MB) tem se destacado neste mercado criando uma ampla variedade de produtos, como Tokens de Consórcio, de Precatórios, de Recebíveis e de Energia.

Como funcionam os Tokens de Renda Fixa Digital?

Para entender na prática, vamos pegar o exemplo dos Tokens de Consórcio. Se você já ouviu falar em “consórcio”, deve saber que consiste em um modelo de “autofinanciamento” onde diversas pessoas se reúnem para formar uma poupança conjunta com intuito de viabilizar a aquisição de um determinado bem ou serviço para cada uma delas.

Assim, vamos supor que Caio tenha entrado em um consórcio a ser pago em 4 anos cuja carta de crédito é de R$ 200.000. Após 2 anos de pagamentos recorrentes, já tendo pago a metade deste referido valor, digamos que em função de algum problema pessoal que tenha causado problemas financeiros a Caio, ele não consiga continuar com o pagamento da cota e, mais do que isso, precise do dinheiro urgentemente.

Nesse caso, os R$ 100.000 que já foram pagos por Caio, atualizados pelo indexador da cota, só estariam disponíveis de volta passados os 4 anos do prazo total – no caso, após os últimos 2 anos remanescentes do prazo. Como Caio não tem tempo para esperar, ele vai ao mercado secundário, negocia essa cota e pega este valor adiantado com deságio. Em outras palavras, ele aceita receber menos, mas imediatamente.

Ou seja, na outra ponta, o que algumas administradoras fazem é justamente comprar estas cotas de consórcio com deságio. Players como o Mercado Bitcoin, então, tokenizam esses ativos para negociar em sua plataforma.

No exemplo acima, vamos supor que a administradora ofereceu R$ 80.000 à vista pelos R$ 100.000 que Caio teria para receber ao final do prazo, configurando, portanto um deságio de 20%. Assim, a partir do momento que eu tokenizo essa cota de consórcio, este deságio por si só já possibilitaria oferecer essa rentabilidade de 20% no token para o investidor.

Da mesma forma que nos outros produtos de Renda Fixa Digital oferecidos pelo Mercado Bitcoin, o gestor compra essas cotas com desconto e monta uma carteira com fluxo previsível de pagamento. Assim, basicamente, quando compramos um token de renda fixa digital, podemos dizer que estamos adquirindo esse direito de crédito futuro!

 

Quais os benefícios dos Tokens de Renda Fixa Digital?

 

foto mostrando benefícios dos Tokens de Renda Fixa Digital

Entre os benefícios deste tipo de investimento de renda fixa digital, em função de serem emitidos e liquidados em blockchain, podemos destacar ainda a existência de um processo mais eficiente e transparente em comparação com a emissão de títulos de renda fixa tradicionais.

Além disso, também em razão da tecnologia blockchain e dos cortes de intermediários, os custos desses produtos são bastante inferiores em relação aos produtos tradicionais, tornando possível o oferecimento de retornos maiores e mais atrativos aos investidores.

Devemos ressaltar também que, com a possibilidade dessa fragmentação dos ativos, há uma maior democratização no acesso ao investimento. Assim, no Mercado Bitcoin, com pelo menos R$ 100 qualquer pessoa consegue comprar o token e ter uma rentabilidade que não seria possível no mercado tradicional.

Por fim, mas não menos importante, diferentemente de qualquer modalidade de renda fixa tradicional, aqui as vendas realizadas que totalizarem até R$ 35.000 por mês são isentas de imposto de renda!

 

Quais os riscos associados aos Tokens de Renda Fixa Digital?

  1. O primeiro risco, naturalmente, seria o risco de falência do Mercado Bitcoin. Por tudo o que foi exposto, fica evidente que o sucesso desses produtos dependerá da qualidade do ativo que foi tokenizado. É exatamente por isso que é tão importante contar com quem tem experiência em emissões de tokens lastreados, como é o caso do MB, que também têm expertise em diversos outros ativos digitais relacionados ao mercado imobiliário, legal claims, mercado do futebol, etc. Portanto, sendo um expoente deste mercado, as preocupações parecem bastante distantes.
  2. Um outro risco diz respeito à possibilidade de falência ou atraso/não pagamento por parte das administradoras. Sobre este ponto, destacamos que essa obrigação de pagamento ao final do prazo da oportunidade, em regra, já está contabilizada como “contas a pagar” das administradoras, mitigando o risco. Além disso, essas administradoras ainda mantêm os recursos devidos em razão da contemplação de cotas investidas em títulos públicos, o que confere segurança.

Destacamos ainda que as administradoras são altamente gabaritadas e normalmente integram o grupo de classificação de rating AAA pela S&P.

Além disso, vale o destaque de que as cotas de consórcio que compõe o token passam por processo de auditoria interna e externa, tanto jurídica quanto financeira e técnica, levando em conta a:

imagem ilustrando riscos associados aos Tokens de Renda Fixa Digital

 

Quer receber coberturas independentes sobre as melhores oportunidades de Renda Fixa Digital?

Para isso, basta criar ou vincular sua conta do Mercado Bitcoin com o Hub do Investidor, clique aqui e fale com nosso atendimento!

 

Caio Goetze

Formado em Direito pela PUC-RJ e pós-graduando em Direito Digital pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) em parceria com a UERJ, conta com 3 anos de experiência e diversos cursos de formação acadêmica de bagagem no “criptomercado”.

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress