Hub Insights

O que fazer com seus investimentos pós eleições 2022?

O que parte dos investidores temiam, aconteceu, ontem, dia 30/10, Lula venceu as eleições e será o próximo presidente do Brasil. Entretanto, isso não é motivo para desespero! Neste insight iremos abordar as altas e baixas do mercado, o motivo pelo qual as Estatais estão caindo, bem como a valorização de alguns setores, por fim,  o que fazer com seus investimentos pós eleições.

Como as eleições afetam os seus investimentos? I Hub do Investidor

Muitas das vezes, se dá uma importância exagerada para o presidente e o governo eleito, quando se deve se preocupar mais com a sua estratégia e com o longo prazo e menos com as oscilações do curto prazo, no entanto, essas oscilações podem abrir uma oportunidade para a compra de alguns ativos, ou em caso de mudança de cenário estrutural, a evitação de algum determinado ativo.

 

Qual o motivo das altas e quedas da bolsa hoje?

Hoje, o Ibovespa está neutro, subindo cerca de 0,13%, por mais que o presidente já esteja definido, boa parte já estava precificada e ainda há outras coisas que devem ditar o humor e a confiança do mercado nos próximos meses, como a formação do governo como um todo, indicações para os ministérios, risco fiscal, composição das despesas, cenário macroeconômico global e afins.

Altas e Baixas do Mercado

altas e baixas do mercado e os investimentos pós eleições

Fonte: Trade Map

 

Quanto às eleições, vemos uma maior euforia em alguns setores, dentre eles, estatais, educação, construção e consumo.

 

Por que as Estatais estão caindo?

Falando-se das estatais, o principal do receio é justamente as intervenções que podem ser feitas, no que tange o Banco do Brasil, que caia cerca de 5,6%, é possível haver incentivos a concessões de crédito e subsídios.

Já na Petrobras, que caia 9,7%, liderando a maior queda do Ibovespa, há uma grande incerteza quanto à continuidade do PPI (preço de paridade internacional) e aos programas de investimentos futuros que a companhia pode fazer.

 

Qual o motivo da valorização do setor educacional e de incorporação?

No setor educacional, houve uma maior movimentação na parte da manhã, com Cogna, Yduqs, Ser Educacional e Ânima, subindo mais de 5%, por agora, Ânima continua como um destaque, ocupando a segunda maior alta das ações. Esse movimento se deve ao fato do governo de Lula flertar com a retomada e aumento de programas educacionais, como o FIES.

O mesmo movimento aconteceu com o setor de construção, com ações da MRV, Tenda, Direcional e outras, também tiveram uma euforia inicial, chegando a subir bastante, por conta da expectativa de maiores programas de construção de casas populares, que impactam diretamente as incorporadoras.

Adicionalmente, vemos as companhias aéreas demonstrando um bom desempenho, com Gol, Azul e CVC subindo cerca de 7%, devido principalmente à expectativa de aumento da demanda por viagens, causada por um incentivo ao consumo das classes mais baixas.

Nos outros setores, como bancos, utilities, consumo e outras, se vê uma maior positividade ou pelo menos uma neutralidade, o que explica a leve alta da bolsa, mesmo com o recuo das ações da Petrobras e Banco do Brasil.

investimentos pós eleições e o consumo diverso

investimentos pós eleições e a construção civil

Fonte: Trade Map

 

Mas enfim, o que fazer com seus investimentos pós eleições?

Acreditamos que o cenário político de curto prazo ainda está nebuloso, e muita coisa deve acontecer em um momento próximo que deve deixar o mercado menos ou mais confiante, como a indicação do ministro da economia. Deixando isso de lado e analisando os múltiplos, a bolsa ainda parece estar atrativa, com um P/L no em torno de 4,6x, por exemplo.

Preço/Lucro Histórico da Bolsa

preço/lucro histórico da bolsa e os investimentos pós eleições

Fonte: Oceans14

 

Como defendemos no último insight, em nossa visão, o ideal a ser feito é ter um portfólio que desempenhe bem independente do governo, isto é, ter uma estratégia de longo prazo, investindo em boas ações, com bons fundamentos e cotadas a bons preços, e não “tradar” ações contando com algum evento que não depende do investidor.

Kênio Fontes

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress