Hub Insights

Nubank (NUBR33): resultados do 3T22 superam prejuízos do ano anterior

Nubank (NUBR33)

Nubank (NUBR33) fez seu IPO no começo de dezembro de 2021, gerando certa euforia e dividindo opiniões no mercado. Desde então, teve uma trajetória de queda acentuada, apresentando um desempenho de -57,3% até os dias atuais.

No entanto, os resultados do 3T22 trouxeram um pouco de alívio para o mercado, rompendo o ânimo pessimista que vinha acompanhando o banco digital.

Na última semana (14/11), o Nubank (NUBR33) apresentou seus resultados do 3T22 e seus números se alinharam em grande parte ao prometido pela companhia em reuniões feitas recentemente. O banco apresentou um Lucro Líquido de US$8mi (contra expectativas, do BTG por exemplo, de -US$12mi) e assim reverteu o prejuízo robusto de -US$34,4mi reportado no 3T21. O LL ajustado foi US$63,1mi no 3T22, ante prejuízo de – US$1,2mi no 3T21.

Segundo a companhia (NUBR33) tal resultado é reflexo de ganho de porte da base de clientes ativos (+46% a/a) e do aumento de engajamento dos mesmos, fatores que acabam por influenciar a linha das receitas.

clientes totais do Nubank (NUBR33)

Fonte: RI Nubank

 

E já que citamos as receitas, no trimestre em questão a holding atingiu uma Receita Líquida de US$ 1,306bi, valor 172% maior que o registrado no 3T21, com a receita média mensal por cliente ativo (ARPAC) em US$7,9 – resultado +61% FXN a/a (FXN é uma medida que elimina o efeito do câmbio).

Em contrapartida, a taxa de inadimplência de empréstimos (de 15 a 90 dias) registrada pelo Nubank (NUBR33) foi de 4,2% – um aumento de +50bps frente ao último trimestre. Segundo a companhia, esse indicador reflete o desempenho da carteira de crédito pessoal no período, paralelo a um cenário macroeconômico difícil.

Fonte: RI Nubank

 

Além disso, podemos observar variações robustas nos custos e despesas. O custo dos serviços financeiros e transacionais registrado no trimestre foi de US$879,9mi, um aumento de +242% a/a – que representou 67% da receita no 3T22 (frente a 53% no 3T21).

custos dos serviços do Nubank (NUBR33)

Fonte: RI Nubank

 

E sobre as despesas operacionais, o resultado reportado foi de US$421,9mi no 3T22, um aumento de cerca de +72% a/a. Esse número corresponde a 32% da receita total da companhia, frente a 51% no mesmo período do ano passado.

despesas operacionais do Nubank (NUBR33)

Fonte: RI Nubank

 

Como vimos, podemos perceber que, contrariamente as expectativas pessimistas, o banco conseguiu um desempenho mais sólido no 3T22 – revertendo seu prejuízo, com um lucro significativo (comparado ao
3T21). Além disso, a companhia vem expandindo sua base de clientes e o engajamento desses clientes, sem falar de ganhos de tração na carteira de crédito.

No entanto, acreditamos que, apesar desse resultado trimestral positivo, existem papeis que apresentam valuations mais atrativos e oportunidades mais assertivas no momento.

Leonardo Ribeiro

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress