Hub Insights

Interesse institucional em crypto não diminuiu no Bear Market! Entenda…

Uma pesquisa realizada pela Coinbase Institutional avaliou 140 grandes investidores que, juntos, são responsáveis por administrar US$ 2.6 trilhões. Entre as principais conclusões está a de que, na verdade, esses investidores dobraram suas apostas em bitcoin. Ao invés de vender o ativo, eles têm aproveitado o “Bear Market para acumular ainda mais. Outros insights interessantes são:

  • A pesquisa constatou que apenas 12% daqueles que já investem em ativos digitais diminuíram seus percentuais de investimento neste período;
  • Olhando para o futuro, 58% dos investidores planejam aumentar seus investimentos em crypto nos próximos três anos;
  • 59% dos investidores já usam ou planejam usar estratégias de hold;
  • 71% dos entrevistados concordam que a valorização de ativos digitais crescerá nos próximos meses ou anos;
  • Somente 29.3% dos entrevistados discordam ou são indiferentes.

Estes dados podem estar diretamente correlacionados com o que temos visto. Com o colapso da FTX/Alameda fomentando ainda mais a retirada dos ativos de corretoras centralizadas por parte dos investidores de varejo, o movimento pode vir sendo também impulsionado pelos institucionais.

Dados da Santiment mostram que a quantidade de bitcoins presentes nestas plataformas caiu abaixo do patamar de 7% da oferta total, primeira vez desde 2018 que isso acontece, indicando justamente um interesse de longo prazo à medida que esses investidores passam a fazer autocustódia e retiram os ativos das plataformas de negociação.

btc e sua associação com o Bear Market
Fonte: Santiment

 

E o movimento não acontece somente com o bitcoin (BTC). Na verdade, podemos ver a mesma dinâmica acontecendo com tokens ERC-20. O percentual destes tokens concentrados em exchanges centralizadas tem caído drasticamente: MATIC 8.5%, COMP 6.6%, SHIB 5.7%, CRV 5.4%, DYDX 3.4%, UNI 3.1%

Bear MarketFonte: Cherrypick

 

Atuais patamares do bitcoin (BTC) costurando preço de custo de produção de BTC dos mineradores. Uma perda da região pode disparar um gatilho de venda mais acentuado. Vejamos os próximos capítulos…

Caio Goetze

Formado em Direito pela PUC-RJ e pós-graduando em Direito Digital pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) em parceria com a UERJ, conta com 3 anos de experiência e diversos cursos de formação acadêmica de bagagem no “criptomercado”.

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress