Hub Insights

Gavin Wood não está deixando cargo de CEO da Polkadot!

Polkadot
Fonte: cryptoslate

 

O cofundador da Polkadot, Gavin Wood, deixou o cargo de Chief Executive Officer (CEO) na Parity Technologies, empresa responsável por prover infraestrutura e desenvolver a tecnologia da Polkadot. Apesar da notícia ter abalado muitos investidores e refletido momentaneamente no preço do token, não há motivo para pânico, pelo contrário. Gavin não está “deixando o cargo de CEO da Polkadot”, até porque isto é literalmente impossível de ser feito.

Impossível justamente porque, ao contrário do que muita gente pensa – e do que parte da mídia especializada tem veiculado – blockchains e criptomoedas não tem CEO, e sim fundações que assumem um papel mais estratégico e crucial, principalmente no início das operações do protocolo, e que ao longo do tempo tendem a se distanciar. É este o caso da Parity Technologies, assim como a Blockstream (Bitcoin) e a Consensys (Ethereum), por exemplo.

O movimento feito agora pelo famoso programador britânico com Ph.D. em visualização musical, portanto, não é nem sequer de saída da Parity! Wood apenas deixa o cargo de CEO da fundação para assumir a função de Chief Architect, passando a exercer um papel muito mais técnico, o que é ótimo para que possa fazer exatamente o que ele sabe de melhor: desenvolver tecnologias inovadoras. Bjorn Wagner, que também é bastante competente, assume o posto anterior.

Convenhamos, é muito melhor ter alguém do calibre de Wood totalmente focado na parte de desenvolvimento sem ter que se preocupar com outras funções inerentes a um CEO, que naturalmente precisa estar atento em todas as áreas, comparecer a diversas reuniões, estar disponível “full-time” e ter sempre preocupações e visões integradas e multifatoriais dividindo a atenção. Aliás, o próprio Gavin deixou bem claro seu posicionamento:

“Qualquer um que trabalhou comigo sabe onde está meu coração. Eu sou um pensador, programador, designer e arquiteto. “Eu posso agir como um CEO bem o suficiente por um curto período, mas não é onde eu vou encontrar a felicidade eterna.”

Além disto, como citamos anteriormente, é importante que a Polkadot ganhe independência da Parity e de Gavin no longo prazo, surgindo novos grupos independentes de desenvolvimento capazes de alavancar o protocolo. Foi assim com a Ethereum Foundation que tinha o próprio Wood como CTO originalmente, por exemplo. Desde 2017, no entanto, ainda que haja desenvolvedores “core” na fundação, há um processo gradual de desvinculação.

Foi assim também com a Cardano Foundation que, liderada por Charles Hoskinson, durante a primeira “Era” de seu Roadmap arquitetava a rede de forma mais centralizada, em conjunto com a Emurgo e a IOHK. Desde a segunda “Era”, no entanto, iniciou seu processo de descentralização com a possibilidade de que nodes executados pela comunidade aderissem à rede. É este o caminho que a Polkadot deve seguir progressivamente.

Caio Goetze

Formado em Direito pela PUC-RJ e pós-graduando em Direito Digital pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) em parceria com a UERJ, conta com 3 anos de experiência e diversos cursos de formação acadêmica de bagagem no “criptomercado”.

Compartilhe este conteúdo nas redes socias!

Posts relacionados

plugins premium WordPress